Pode uma empresa ser ambientalmente sustentável e lucrativa ao mesmo tempo?

Nos dias atuais, a sustentabilidade toma um grande papel na sociedade. Apesar de nem sempre ser uma das prioridades dos líderes das grandes empresas, acaba por ter uma enorme importância, tanto a nível da cultura da própria companhia, da sua imagem aos olhos dos clientes e mesmo em termos de finanças da mesma.

Operar um negócio green (em português, verde) é fundamental para criar e orientar mudanças positivas. Apesar do impacto extremamente positivo sobre o meio ambiente, vestir a sustentabilidade é igualmente benéfico, a longo prazo, para qualquer que seja a empresa. Assim, aderir aos “3 Rs” da Hierarquia de Resíduos (Reduzir, Reutilizar, Reciclar) e conservar recursos do nosso planeta acaba, na verdade, por economizar e potencializar os recursos da nossa própria organização.

Um exemplo muito atual que permite a uma empresa tornar-se ambientalmente mais consciente é a simples instalação de painéis solares que, além de reduzirem impostos em quase um terço do custo de instalação, ainda ajudam a poupar em custos energéticos o que se reflete, consequentemente, na sua footprint.  Reduzir o desperdício, quem diz de electricidade, diz de água utilizada permite que as empresas sejam mais eficientes, levando a uma maximização dos retornos.

Além demais, os tempos recentes mostram que os consumidores demandam cada vez maior transparência nos produtos que consomem, respondendo com uma maior fidelidade. Hoje, mais que as gerações anteriores, os millenials procuram produtos com que se identifiquem e que estejam alinhados com as suas próprias filosofias e valores, pelo que acabam por ter um maior cuidado na sua escolha quando encaram a grande variedade de produtos sustentáveis ​​e ecológicos que também têm preços competitivos.

Alguns executivos ainda olham relutantemente para a ideia de tornar a sustentabilidade parte da estratégia do negócios da sua empresa. Contudo, cada vez mais olhamos para um maior número de empresas que vêm a sustentabilidade como um factor de rentabilidade a longo prazo.

Podemos posicionarmo-nos do lado do ambiente de infinitas maneiras. Já não é necessário que a ideia do projeto seja ele próprio green, se com criatividade e visão usarmos a nosso favor os meios que temos ao nosso alcance. Na Forall Phones tentamos cruzar e sobretudo articular estas ideias: vender um produto potencialmente ecológico, que permite a cada um de nós dar um bocadinho de descanso à natureza enquanto que ambicionamos um alcance global, com os nossos princípios, convicções e ideais que alie a esta sustentabilidade, uma redução ainda maior do impacto negativo da atividade humana.

Empresas visionárias que olham para a sustentabilidade como uma oportunidade para a inovação e para evoluir estarão na melhor posição para serem bem-sucedidas a longo prazo. Chegamos ao momento de abrir os olhos e mudar e, neste background, é premente seguir práticas sustentáveis ​​e reduzir a pegada de carbono.Em outras palavras, tornar uma empresa o mais eficiente, produtiva e sustentável possível é maximizar a sua rentabilidade.

Go green or go home!

Raquel Fernandes

 

Sobre Mim

Heyy! Sou a Raquel Fernandes, sou embaixadora da Forall Phones e estudo Economia.
Sou apaixonada por causas que nos ultrapassam enquanto pessoas e que nos afetam como sociedade e pela natureza e as suas maravilhas. Por isso mesmo, sou uma defensora nata do nosso Planeta porque o devemos salvaguardar!

Let’s Get Connected:- Linkedin | Facebook | Instagram 

 

 

Artigo anterior História da Forall Phones

Deixe o seu comentário

* Campos obrigatórios